Felizmente, é até comum a realidade conseguir alcançar inovações tecnológicas que um dia não passaram de conceitos presentes apenas em histórias de ficção científica. Esse é o caso do recurso de reconhecimento facial, que por muito tempo foi retratado em filmes e atualmente é parte da realidade de muitas empresas.

O uso do reconhecimento facial no registro de ponto representa o último passo de todo processo evolutivo da forma como é realizado o controle de entrada e saída de colaboradores no trabalho. Além disso, à medida que os métodos de registro de ponto se aprimoraram, as funções e os benefícios trazidos pelo sistema de controle também aumentaram.

Esse método funciona por meio da leitura digital de várias características faciais distintas que permitem que o sistema reconheça com precisão cada pessoa cadastrada. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

A evolução do registro de ponto

Até chegar ao reconhecimento facial, o registro de ponto passou por várias fases. Confira abaixo.

Livro Ponto

Como é de se esperar, a primeira forma de monitorar as horas trabalhadas dentro de uma empresa consistia basicamente no uso integral de um colaborador para isso. A função desse profissional era observar e anotar no Livro Ponto a hora de entrada e saída de cada empregado.

A partir daí, também se popularizou o método em que os próprios funcionários eram responsáveis pelo seu registro no Livro Ponto. O próximo passo nessa escala evolutiva foi o primeiro uso da tecnologia no procedimento para aumentar a segurança e evitar fraudes.

Relógio Ponto Analógico

Esse recurso é um velho conhecido tanto do ambiente empresarial quanto do industrial. Com o uso do Relógio Ponto, o colaborador precisava apenas inserir seu cartão pessoal na máquina, que carimbava o papel com a data e a hora da entrada (ou da saída).

Apesar de claramente ser mais segura do que o Livro Ponto, essa ferramenta ainda contava com muitas limitações por ser analógica. Logo, havia muita demora e dificuldade em realizar tarefas hoje consideradas simples, como conferir dados sobre o banco de horas de um funcionário.

Cartão Magnético

No fim dos anos 90, chegou às empresas o que seria um divisor de águas na maneira como se registrava as horas trabalhadas de um colaborador: o uso do cartão magnético e do sistema digital no registro de ponto.

Essa novidade foi tão marcante que até hoje é extremamente comum a utilização desse método em várias empresas. Com a tecnologia trazida, foi possível adquirir muito mais agilidade ao automatizar procedimentos limitados até então pelo funcionário. Também ocorreu a redução do tempo gasto com a entrada de cada profissional na empresa.

Apesar de trazer benefícios inexistentes até então, o controle pelo uso do cartão magnético ainda é suscetível a fraudes comuns, por exemplo, um colaborador usar o cartão de outro.

Reconhecimento Facial

Trata-se do método de registrar ponto mais moderno e que conta com mais benefícios. Ao utilizar o reconhecimento facial, é possível assegurar agilidade, segurança e eficiência ao processo. Além disso, seu uso aliado a um aplicativo especializado permite gerenciar situações modernas com tranquilidade , como jornada de trabalho flexibilizada ou home office.

A performance do reconhecimento facial no registro de ponto

O sistema de reconhecimento facial, junto com o aplicativo para o propósito de realizar o registro de ponto, tem uma aplicabilidade bastante abrangente e versátil, além de garantir processos seguros. O sistema do aplicativo precisa apenas que haja internet disponível e pode ser acessado de qualquer gadget, como smartphone ou tablet.

O reconhecimento facial funciona como previsto nas obras de ficção científica, por meio de uma leitura do rosto e assimilação da máquina. Entretanto, isso é muito mais prático do que possa parecer, já que o escaneamento e o cadastro de cada profissional podem ser feitos tirando uma foto do próprio rosto (ou selfie), usando o aplicativo.

Para isso, o código do software consegue mapear mais de 75 pontos e medir precisamente os traços do rosto. Esses pontos são conhecidos como pontos nodais e servem de parâmetro para diferenciar a face de uma pessoa da de outra. Um deles é a distância entre os olhos.

Em função da precisão da leitura e de outras características desse recurso, o reconhecimento facial no registro de ponto traz vantagens exclusivas em relação aos outros métodos. Vamos dar uma olhada nas principais?

As vantagens do reconhecimento facial

Por tratar-se do tipo de abordagem mais moderna depois de várias etapas anteriores, não é de surpreender que essa técnica traga várias vantagens decisivas sobre os outros tipos de registro de ponto. Acompanhe.

Segurança

Por mais que o sistema de leitura biométrica de digitais já consiga eliminar problemas simples de fraude, ainda há muita reclamação de imprecisão durante o escaneamento de cada digital.

Os sistemas de leitura biométricos garantem que um funcionário não “bata o ponto” pelo colega. Entretanto, ao apresentar falhas de leitura, o sistema muitas vezes ainda depende de correções feitas pelos próprios colaboradores ou pelo supervisor, o que muitas vezes resulta em falha humana.

Agilidade

Além de extremamente preciso, o reconhecimento facial demora em torno de 3 segundos para ser realizado. Isso implica menos tempo perdido durante o processo e menor volume de funcionários nas entradas e saídas do expediente.

Ademais, o cadastro pode ser realizado pelos próprios colaboradores, sem a necessidade de um processo complicado ou que envolva contato.

Eficiência

De uma maneira clara e direta, esse é o sistema que apresenta menos erros na hora de registrar o ponto. Por meio do recurso machine learning, o sistema de reconhecimento facial consegue ir aperfeiçoando o cadastro do rosto de cada pessoa à medida que ele realiza diversas leituras.

Por causa disso, o sistema está sempre se aprimorando e funciona corretamente, mesmo que o indivíduo faça alterações em sua aparência, como usar boné, óculos ou mudar a barba.

Praticidade

Uma das grandes vantagens de utilizar a ferramenta do reconhecimento facial no registro de ponto é poder acompanhar tudo em tempo real com o celular. Isso é particularmente interessante para quem precisa gerenciar várias filiais ou equipes diariamente.

Além disso, alguns sistemas, como o da FolhaCerta, podem ser integrados facilmente a outras ferramentas de gestão de pessoas.

Como visto, são inúmeras as vantagens de optar por um sistema seguro e preciso. Com o reconhecimento facial no registro de ponto, aliado a um sistema ágil e versátil, como o oferecido pela FolhaCerta, é fácil para a empresa desfrutar de uma tecnologia que já existiu somente na ficção.

Está interessado pela modernização do registro de ponto e quer conhecer soluções em RH e gestão de pessoas integradas e modernas? Entre em contato conosco!