Equipes de trabalho motivadas, aumento da produtividade e marca empregadora consolidada no mercado são consequências de um bom clima organizacional nas empresas, pois esses pontos influenciam diretamente a satisfação dos colaboradores.

Mas você sabe o que de fato significa esse conceito e como ele pode impactar o comportamento das equipes? Este artigo tem o objetivo de esclarecer essas questões.

Confira, ainda, 10 dicas importantes para melhorar a atmosfera de trabalho e entenda como as medidas tomadas podem interferir positivamente nos resultados no negócio. Acompanhe!

O que é clima organizacional em um negócio?

O clima organizacional pode ser conceituado como a atmosfera do ambiente de trabalho, englobando questões como os processos de trabalho, a comunicação interna, os relacionamentos interpessoais e a liderança entre outros. A forma como esses fatores são percebidos pelos colaboradores influenciam o seu comportamento de maneira positiva ou negativa.

A cultura da organização, assim como suas políticas de remuneração e benefícios, costumes e normas, também é fator que interfere fortemente no clima organizacional, pois a forma dos benefícios ou falhas do sistema de gestão impacta a vida dos profissionais e determina o nível de engajamento deles para os bons resultados do negócio.

Qual a relação do clima organizacional com a produtividade?

Se a reação coletiva dos colaboradores pode impactar os resultados na empresa, significa que, quando o espaço laboral é um ambiente agradável e não abusivo, a tendência é que os profissionais se sintam motivados e produzam mais. O clima organizacional é fruto das decisões tomadas pelos gestores do negócio e da sua forma de administrar, atingindo diretamente o colaborador e induzindo o seu comportamento.

A promoção da qualidade de vida no trabalho é o principal fator motivacional e está diretamente relacionado ao nível de produtividade das equipes. Além de se sentirem mais felizes, colaboradores mais saudáveis, que contam com benefícios adequados ao seu perfil e salários justos, participação nos resultados e um bom plano de carreira, se sentem mais impelidos a colaborarem para o crescimento da empresa.

Isso porque se sentem parte importante dela e sabem que têm possibilidades de desenvolvimento e crescimento em sua carreira. Sendo assim, se a empresa oferece um bom ambiente de trabalho, com harmonia, segurança e oportunidades para o trabalhador, isso representa um grande diferencial competitivo e é considerado um pilar de crescimento para a organização.

Como melhorar o clima organizacional da minha empresa?

Você deve estar se perguntando: se o clima organizacional é uma construção estratégica, baseada nos moldes de gestão, como minha empresa pode promover um bom ambiente e assim conquistar índices satisfatórios de produtividade? Para saber a resposta, confira estas 9 dicas!

1. Faça pesquisas de clima organizacional

O primeiro passo para melhorar o clima organizacional da empresa é descobrir como andam as demandas dos seus colaboradores e se existem muitos conflitos entre as equipes. Essas informações devem ser fornecidas pelos próprios trabalhadores, por meio de diálogo e pesquisas.

O objetivo é colher o material para fazer uma análise que contemple a realidade, identificando como anda o relacionamento dos profissionais com a empresa e entre si, categorizando pontos que podem ser melhorados e também aqueles que a organização já está acertando.

Essas pesquisas não precisam ser feitas, necessariamente, em forma de questionário. Reuniões individuais ou em grupos e abertura para que os funcionários exponham sua opinião e ideais também são importantes, não só para diagnosticar o clima, mas ainda para motivar o colaborador, que se sente satisfeito por ser ouvido.

2. Ofereça programas de benefícios

Quando falamos em programa de benefícios, não estamos falando do básico, como plano de saúde e vale-alimentação. Hoje em dia, tais vantagens são vistas apenas como um complemento salarial, não atingindo os objetivos de produtividade, motivação e retenção de talentos.

Por isso, investir em benefícios criativos e flexíveis, como convênios com academias e clubes, carga horária flexível ou uso de uniforme de acordo com a estação do ano, pode ser uma boa ideia. Outras vantagens também podem ser oferecidas como uma recompensa pelo alcance de metas.

Elas podem ser ofertadas para o grupo ou individualmente e, uma vez que a meta foi batida, são convertidas em redução do expediente, ampliação do tempo de férias ou um bônus em dinheiro. Assim, além de manter a produtividade dentro do esperado, a tendência é que o funcionário trabalhe em harmonia com a equipe, pois, juntos, todos saem ganhando.

3. Proponha metas reais

Se a intenção é melhorar o clima organizacional utilizando métodos de benefícios e recompensas pelo ótimo desempenho no trabalho, é fundamental que os números estabelecidos sejam reais. As metas devem ser alcançáveis no prazo determinado ou podem surtir o efeito contrário. Quando se espera demais da equipe causando tensão por resultados exorbitantes, isso é capaz de gerar frustração, comprometendo o desempenho e o engajamento de toda a equipe.

Outro ponto importante é conversar com os colaboradores, fornecendo dicas de como eles podem alcançar a meta estabelecida e mantendo os trabalhadores sempre motivados.

Powered by Rock Convert

4. Estabeleça uma política de feedback

O feedback é mais uma das práticas essenciais para a sustentabilidade da empresa e para o cultivo de uma relação harmônica entre a organização e os seus colaboradores. A finalidade é aprimorar as habilidades desses trabalhadores ao reforçar os pontos positivos, tecendo elogios ao desempenho e melhorar o que ainda não está em um nível satisfatório.

Ao pontuar falhas nas tarefas e pontos de melhoria de um profissional, é importante cuidar para que isso seja feito de forma positiva, reforçando primeiro o que ele tem acertado e sua importância para o sucesso da equipe. Logo após, deixar claro que ele terá ajuda para se aperfeiçoar no que for necessário. Assim, a empresa demonstra que se preocupa com a evolução do capital humano.

5. Integre os novos funcionários

Quando um novo colaborador começa a fazer parte de uma empresa, nem todos os contratantes se preocupam em promover a integração com a forma de trabalho e com os colegas. Essa é uma grande falha e pode prejudicar a construção de um bom clima organizacional.

Cada profissional que entra em uma organização deve ser informado sobre os objetivos, expectativas e aspectos positivos da nova entidade e, com isso, já saberá o que esperar da empresa e como se portar.

A socialização também é muito importante e pode ser realizada por meio de atividades que contemplem mais de um objetivo. Por exemplo, a empresa pode fornecer um delicioso café da manhã ao fim do mês para que os funcionários possam interagir entre si, enquanto comemoram o desempenho das últimas semanas.

6. Tenha líderes e não chefes

Um chefe tem tendência a ser autoritário e temido pelas pessoas, diferente do líder, que assume uma postura mais humana e igualitária, motivando e caminhando lado a lado com sua equipe. Uma equipe bem conduzida certamente será mais eficiente, por isso, aposte no treinamento de líderes.

Uma liderança bem-preparada, competente, empática e inspiradora faz com que os trabalhadores se sintam motivados a dar o melhor de si, pois veem seu guia como um exemplo a ser seguido.

7. Invista na saúde dos colaboradores

Saúde e segurança do trabalho são uma parte importante da administração de recursos humanos, já que as leis trabalhistas estabelecem requisitos mínimos a serem cumpridos nessa área. No entanto, para contar com colaboradores sempre saudáveis e ajudar a prevenir doenças laborais, a organização pode investir em programas de promoção à saúde.

Academia na empresa, treinamentos sobre nutrição, programas de prevenção a doenças crônicas e serviços de assistência psicológica, entre outros, são exemplos de iniciativas eficientes e que representam um bom investimento em saúde, garantindo equipes mais saudáveis, satisfeitas e produtivas.

8. Ofereça flexibilidade de horários

Um dos maiores anseios dos profissionais das gerações Y e Z é conseguir estabelecer um equilíbrio entre o trabalho e sua vida pessoal. Diferente dos modelos de gestão mais antigos, em que o colaborador passava toda a sua jornada de trabalho dentro do ambiente da empresa, os profissionais atuais querem poder cuidar de suas demandas pessoais no momento em que for necessário.

Buscar os filhos na escola, ir a uma reunião com o gerente do banco, ir à academia, etc. Essas são algumas tarefas que podem ser encaixadas na rotina do colaborador, deixando-o mais tranquilo para exercer suas funções de trabalho.

Em muitas áreas, com o auxílio das tecnologias disponíveis, é possível permitir que o colaborador atue em home office, o que também ajuda a reduzir o tempo em trânsito. O importante é focar o controle do trabalho nos resultados apresentados, e não no tempo que ele passa na empresa.

9. Aposte nos treinamentos

Uma equipe bem-treinada é naturalmente mais produtiva. Mas isso pode ir muito além de ensinar o colaborador a lidar com os processos envolvidos em sua rotina de trabalho. Ele precisa sentir que está crescendo e aprendendo novas habilidades e, para isso, vale a pena investir em um bom plano de desenvolvimento individual, dando oportunidades para que possam assumir novas responsabilidades à medida em que se desenvolvem.

O desenvolvimento das equipes de trabalho deve ser constante, pois assim ela pode colaborar efetivamente para o crescimento da empresa, gerando inovação e aumentando a competitividade.

Para manter esse ritmo, as palestras e workshops corporativos também são excelentes alternativas. Além de trazerem as mais recentes novidades e tendências do mercado, elas também ajudam a melhorar o clima, promovendo um ambiente interativo e participativo na empresa.

Esperamos que você tenha aproveitado nosso artigo e que as dicas sejam úteis para melhorar o clima organizacional da empresa em que atua, e, dessa forma, os colaboradores apresentem uma melhora no seu desempenho e na produtividade.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe-o nas suas redes sociais e informe outras pessoas!