Os profissionais do mundo corporativo são um reflexo das mudanças ocorridas ao longo da história humana. Foi assim na fase da revolução industrial, continua na atual era da transformação digital e, mais atualmente, com a migração em massa dos colaboradores para o serviço remoto. Esse recente impacto no mercado de trabalho criou um novo perfil do trabalhador. 

Neste artigo, mostraremos quais são as características que compõem tal perfil. Além disso, falaremos como o RH pode se adequar a tais transformações. Acompanhe os próximos tópicos! 

Que características o novo profissional apresenta?

A seguir, apontaremos as características típicas do trabalhador moderno e mostraremos também como esses atributos são determinantes no atual mercado corporativo. 

1. FLEXIBILIDADE 

A flexibilidade é uma exigência relativamente recente no mercado de trabalho. Anteriormente, os profissionais não precisavam tanto dessa habilidade, pois as alterações no cenário corporativo ocorriam de forma lenta. Tudo mudou quando a tecnologia deu “asas” para as empresas aumentarem os seus horizontes. 

Diante de novas perspectivas, surgem desafios antes desconhecidos. Com isso, os profissionais precisaram ser flexíveis no seu modo de trabalhar, relacionar-se com a equipe, atender os clientes e com a própria carreira. Esse comportamento continuará, pois novos conceitos virão conforme a reestruturação das infraestruturas das empresas. 

2. RESILIÊNCIA EVOLUTIVA 

A resiliência evolutiva significa a capacidade de se recobrar de uma fase crítica com aprendizados profundos e o desejo de continuar progredindo na vida profissional. Podemos dizer que essa é uma das principais características do novo perfil do trabalhador. 

A prova disso veio por meio da pandemia da Covid-19. Vários profissionais viram seus projetos, metas, carreiras e empregos interrompidos abruptamente. Não havia tempo para lamentar. Por isso, observamos muitos se reinventando e seguindo com seu rumo empresarial. 

3. INOVAÇÃO                                                                      

O espírito inovador não é mais desejável, e sim obrigatório no perfil do profissional. Quando falamos em inovação, pensamos logo em ferramentas tecnológicas e sistemas de alto desempenho. 

Apesar de incluir avanços da tenologia, a inovação engloba também a maneira de pensar e agir dos trabalhadores. Portanto, aqueles que estão sempre aprimorando tarefas, propondo soluções e observando tendências externas, encaixam-se no grupo de profissionais modernos. 

4. CRIATIVIDADE 

A inovação e a criatividade andam de mãos dadas. Por isso, geralmente, um profissional que tenha uma dessas habilidades, apresentará a outra também. Por que a criatividade faz parte do trabalhador moderno? A razão se deve ao atual modelo de mercado corporativo. 

Hoje, as marcas fazem de tudo para atrair clientes por meio de uma experiência de consumo personalizada. Sendo assim, os profissionais precisam criar produtos, serviços e campanhas publicitárias que atendam os desejos dos consumidores da empresa. Sem criatividade, isso seria impossível. 

Como o RH se posiciona perante o novo perfil do trabalhador?

O novo perfil do trabalhador tem “traços” de um padrão já conhecido pelo RH das empresas. Por exemplo, determinadas soft skills (habilidades inatas), como: resiliência, raciocínio lógico e espírito de equipe, continuam a ser valorizadas e ideais para o atual cenário empresarial. Por isso, o RH pode manter a procura por profissionais com tais atributos. 

Porém, as mudanças repentinas ocorridas com a pandemia exigiram o desenvolvimento da capacidade de adaptação rápida. Em vista disso, os profissionais precisaram pensar em estratégias criativas e inovadoras para manter a “sobrevivência” pessoal. Sendo assim, o RH tem a oportunidade de contratar pessoas que demonstraram esse perfil. 

Sem dúvidas, as hard skills (habilidades aprendidas) continuam muito apreciadas e fundamentais ao desempenho dos profissionais. No entanto, além de graduações e especializações, o RH precisa focar no trabalhador que está disposto a se atualizar constantemente. 

Com certeza, muitas transformações estão por vir no mundo corporativo e vão formar um novo perfil do trabalhador. Um dos aspectos positivos disso é um cenário diferente e cheio de oportunidades de negócios e profissionais mais qualificados. Cabe às empresas aproveitar esses benefícios e evoluir para o melhor. 

O que achou de nosso artigo? Curtiu? Aproveite para assinar a nossa newsletter e não perder nenhum conteúdo publicado em nosso blog!